A cobertura global das fotos recém-lançadas levou o governo peruano a tomar ação
A cobertura global das fotos recém-lançadas levou o governo peruano a tomar ação
© G. Miranda/FUNAI/Survival

As autoridades do Peru anunciaram que irão trabalhar em conjunto com o Brasil para parar com a entrada de madeireiros ilegais no território de índios isolados na fronteira entre os dois países.

A decisão é o primeiro sucesso da campanha da Survival para proteger os índios isolados da fronteira Peru-Brasil.

Cobertura global das fotos lançadas esta semana levou o governo peruano a agir.

Em um comunicado divulgado no dia 02 de fevereiro, o Ministerio de Relações Exteriores anunciou que irá ‘estabelecer contato com a FUNAI (Fundação Nacional do Índio- departamento do governo brasileiro para assuntos indígenas)… para preservar esses povos e evitar a entrada de madeireiros ilegais e a depredação da Amazônia’.

O diretor da Survival, Stephen Corry, disse hoje, ‘Isto é realmente encorajador como um primeiro passo. Vamos esperar que a sua intenção declarada se transforme rapidamente em verdadeira ação’.