Vitória! Índia salva 'tribo Avatar' da empresa mineradora Vedanta

Os Dongria Kondh estão celebrando sua vitória sobre a gigante da mineração britânica Vedanta Resources.

Os Dongria Kondh estão celebrando sua vitória sobre a gigante da mineração britânica Vedanta Resources.

© Toby Nicholas/Survival

Em uma vitória sensacional no impasse entre a ‘verdadeira tribo Avatar’ da Índia e a gigante mineradora britânica Vedanta Resources, as autoridades da Índia anularam os planos de mineração nas montanhas sagradas da tribo Dongria Kondh, como foi amplamente divulgado.

A decisão segue consultas, sem precedentes, com as comunidades Dongria Kondh que estão ao redor da mina, que foram requisitadas pela Suprema Corte da Índia e descritas como o primeiro ‘referendo ambiental’ do país.

Todas as 12 comunidades Dongria Kondh envolvidas na consulta rejeitaram corajosamente o projeto da Vedanta em face a intimidação e perseguição, mas a decisão final cabia ao Ministério do Meio Ambiente e Florestas.

A derrota terá repercussões mundiais para as empresas com intenção de trabalhar em terras de povos indígenas e deve servir como uma lição para que o consenso prévio das comunidades indígenas deva ser sempre procurado.

Survival International tem estado a frente de uma campanha mundial de apoio à luta dos Dongria contra a Vedanta Resources, e convenceu celebridades como Joanna Lumley e Michael Palin para defender a causa da tribo.

Todas as 12 comunidades Dongria Kondh envolvidas na consulta rejeitaram unanimemente o projeto da Vedanta.

Todas as 12 comunidades Dongria Kondh envolvidas na consulta rejeitaram unanimemente o projeto da Vedanta.
© Survival

Vedanta não tinha procurado o consentimento dos Dongria antes de iniciar o projeto e mesmo assim construiu uma refinaria ao pé das montanhas Niyamgiri, que custou à empresa um valor estimado de US $800 milhões.

O projeto de mineração da Vedanta foi criticado pelo governo britânico após a Survival ter apresentado uma queixa à OCDE, e vários acionistas, como a Igreja da Inglaterra, venderam suas ações da empresa por razões éticas. Diversas investigações na Índia também criticaram o projeto.

Os Dongria têm sido apoiados por Rahul Gandhi, Vice-Presidente do Partido do Congresso Nacional da Índia e filho de Sonia Gandhi, que havia prometido ser o ‘soldado’ dos Dongria em Nova Délhi. Ele visitou duas vezes as montanhas Niyamgiri para mostrar seu apoio à luta dos Dongria contra a mina da Vedanta.

O diretor da Survival Stephen Corry disse hoje, ‘Muitas pessoas acreditam erroneamente que a luta pelos direitos dos povos indígenas é invencível, especialmente quando eles estão contra multinacionais como a Vedanta. Mas este resultado mostra que o poder nem sempre está certo. A determinação dos Dongria, juntamente com o apoio esmagador do público, estabeleceu um novo precedente para os direitos indígenas na Índia.’