Índia proíbe polêmico resort turístico, mas não acaba com os ‘safaris humanos'

Os turistas que usam a estrada Andaman Trunk Road para ‘safaris humanos’ estão explorando a tribo Jarawa na Índia.


Os turistas que usam a estrada Andaman Trunk Road para ‘safaris humanos’ estão explorando a tribo Jarawa na Índia.


© Survival

O controverso resort turístico dirigido pela Barefoot Índia nas Ilhas Andaman recebeu um golpe fatal, após o governo da Índia proibir as empresas de turismo de operar em uma zona tampão ao redor da reserva indígena dos Jarawa.

Porém, ativistas alertaram sobre a ‘oportunidade perdida’ depois que a estrada ilegal, que atravessa o território e que está no centro do escândalo dos safaris humanos, ainda permanece aberta.   

Barefoot alega promover ‘o desenvolvimento do turismo socialmente responsável’, mas a proximidade entre seu local e a tribo Jarawa iria ameaçar seu bem-estar.

A empresa passou anos contestando a legalidade da zona tampão na cortes indianas.

Uma série de outros resorts também estão sendo afetados pela decisão, e terão de sair da zona tampão.

Os novos regulamentos, aprovados pelo Gabinete dos Ministros da Índia recentemente, apresentam fortes penalidades para aqueles que tentam organizar excursões, ou fotografar os Jarawa; infratores podem ser presos de 3 a 7 anos.

O vice-comissário das Ilhas Andaman adverte, ‘O mote principal deste ato é que os Jarawa não devem ser explorados’.

Todavia, enquanto ativistas congratulam a decisão, eles alertam que até o fechamento da estrada polêmica e ilegal, a Andaman Trunk Road (ATR),  e a criação de uma rota alternativa, a exploração dos Jarawa não acabará. Eles argumentam que a estrada nega o controle à tribo sobre quem entra no seu território e quanto contato eles têm com o mundo exterior.



Denis Giles, da organização local SEARCH diz: ‘A decisão do gabinete é bem-vinda, mas não ataca a raiz do problema, que é, inevitavelmente, a estrada.’

A Suprema Corte da Índia ordenou o fechamento da ATR em 2002, mas a estrada permanece aberta, com cerca de 250 veículos que passam pela reserva todos os dias.



O diretor da Survival International, Stephen Corry, disse hoje, ‘Este é um desenvolvimento positivo, mas as novas regras realmente serão implementadas? Em 2002, a Suprema Corte decidiu que a estrada ’Andaman Trunk Road’ deveria ser fechada, mas dez anos depois ainda leva 250 veículos por dia à floresta dos Jarawa (e através da nova zona tampão). A única opção real é fechar a estrada.’