Brasil investigará Awá isolados

Acredita-se que poderia haver até 100 Awá que vivem sem qualquer contato com estranhos.

Acredita-se que poderia haver até 100 Awá que vivem sem qualquer contato com estranhos.
© Fiona Watson/Survival

A Fundação Nacional do Indio (FUNAI) anunciou que enviará uma equipe de especialistas para investigar a situação dos Awá isolados, ‘a tribo mais ameaçada do mundo’.

Este passo positivo é a primeira ação concreta do governo desde apoiantes da Survival enviaram uma enxurada de cartas pedindo para remover madeireiros ilegais do território Awá.

FUNAI fará três expedições para áreas onde há sinais de Awá isolados. Eles visam localizar os grupos e monitorá-los sem fazer contato.

Eles documentarão as ameaças de madeireiros ilegais. Os relatórios devem ser concluídos em março.

Mais de 48.000 pessoas pediram ao Ministro da Justiça do Brasil para salvar a tribos mais ameaçada do mundo.

Mais de 48.000 pessoas pediram ao Ministro da Justiça do Brasil para salvar a tribos mais ameaçada do mundo.

© Survival International

Acredita-se que poderia haver até 100 Awá isolados. Os Awá contatados relatam ocasionalmente encontrar sinais de seus parentes isolados quando saem para caçar e pescar.

Wamaxua Awá, que foi contatado em 2009, disse à Survival, ‘Ainda há Awá isolados na floresta. Eles se escondem e caçam à noite. O que será deles, meus irmãos, que ainda moram lá?’

Conforme os madeireiros se aproximam, os Awá isolados estão sendo forçados a fugir para evitar o contato.

Restos de um acampamento abandonado Awá foram encontrados há um ano, perto de uma operação de extração ilegal de madeira, aumentando os temores de que doenças podem ser transmitidas a eles pelos madeireiros, o que seria fatal para um grupo tão isolado.

Os Awá estão sob pressão severa conforme sua floresta é drasticamente invadida e destruída por madeireiros ilegais e colonos.

Um disse ‘a Survival, ‘Eles estão cortando todas as árvores! Eles as amarram com correntes nos tratores e derrubam tudo. Eles matam tudo no caminho. Eles destroem tudo!’