Os Penan

Esta página foi atualizada em julho 24, 2020


Os caçadores-coletores Penan vivem nas florestas tropicais no interior de Sarawak, na Malásia (ilha de Bornéu).

Tradicionalmente nômades, a maioria dos 10.000-12.000 Penan agora vive em comunidades assentadas, mas continua a depender da floresta para sua sobrevivência. Alguns ainda vivem como nômades.

Sarawak foi governado por mais de um século pelo reino dos ‘Brooke Rajah’ após a chegada do inglês James Brooke, em 1839. Foi entregue aos britânicos em 1946 e incorporado na Malásia em 1963.

O governo do estado de Sarawak não reconhece os direitos dos Penan à sua terra. Desde a década de ’70, ele apoiou o comércio em grande escala da exploração de madeira em terras indígenas em todo Sarawak.

Em 1987, muitas comunidades Penan protestaram contra a exploração de madeira nas suas terras ao bloquear as estradas improvisadas na floresta pelas empresas madeireiras. Mais de cem Penan foram presos.

Os Penan têm mantido a sua resistência, e continuam a montar bloqueios contra as empresas. Alguns conseguiram evitar que as empresas entrassem em suas terras, mas outros viram grande parte de sua floresta destruída.

Homem Penan coletando fruta da floresta.
Homem Penan coletando fruta da floresta. © Andy Rain/Nick Rain/Survival

Onde todas as árvores valiosas já foram cortadas, as empresas começaram a desmatar completamente as florestas a fim de estabelecer plantações de dendezeiros.

O governo de Sarawak também planeja a construção de doze novas usinas hidrelétricas, que inundarão muitas aldeias pertencentes aos Penan e outros povos indígenas.

Como a Survival ajuda?

A Survival urge às autoridades da Malásia a reconhecer os direitos dos Penan à sua terra, e para suspender toda a exploração de madeira, plantações de óleo de dendê, construção de usinas hidrelétricas e outros projetos nas suas terras para os quais os Penan não tenham dado seu consentimento.

Como eles vivem?

Ao contrário dos outros povos indígenas de Sarawak, que cultivam a maioria de seus alimentos, os Penan são caçadores-coletores.

Famosos pela zarabatana silenciosa e dardos envenenados que utilizam para caçar, o prêmio maior para os Penan é o porco selvagem.

Nós não somos como as pessoas nas cidades, que têm dinheiro e podem comprar coisas. Se perdemos todas as coisas que a floresta nos fornece, nós morreremos. Homem Penan, Ba Lai

Eles também caçam veados e pequenos animais, e pescam em vários rios que fluem em suas terras.

O sagu é o alimento tradicional dos Penan, e vem do núcleo de uma pequena palmeira.

Os Penan amassam o sagu com os pés e o deixam secar ao sol até que vire um pó. Eles também coletam samambaias e frutos da floresta.

Muitos dos Penan mais assentados começaram a cultivar o arroz.

Está se tornando quase impossível para os Penan sobreviverem nas áreas onde as florestas foram derrubadas para a exploração madeireira e as plantações de dendezeiros.