-

-

© Fiona Watson/Survival

Milhares de garimpeiros ilegais estão destruindo a terra do povo Yanomami na Amazônia.

Eles trazem violência e doenças infecciosas, como o Covid-19 e malária para as comunidades e poluem os rios com mercúrio.

Alguns Yanomami são indígenas isolados – não têm contato regular com outros Yanomami ou com o mundo exterior. Os indígenas isolados são os povos mais vulneráveis do planeta e a presença de invasores pode levá-los a aniquilação.

Davi Kopenawa Yanomami, xamã e líder do povo Yanomami, diz:


Prezado(a) amigo(a),

Nós, povos Yanomami e Ye’kuana, não queremos mineração na nossa terra. Estamos muito preocupados.

O governo Bolsonaro quer acabar com a floresta. A mineração não vai trazer benefícios para os Yanomami, só vai trazer morte, violência, doença e tudo que não presta.

Bolsonaro diz que é muita terra para pouco índio, mas são esses poucos índios que estão cuidando da floresta para o mundo todo.

Ele está tomando o caminho errado, matando os rios, as árvores, os peixes, apoiando os garimpeiros.

É preciso fazer uma manifestação muito forte para pressionar o governo Bolsonaro. O mundo junto tem bastante força.

Davi Kopenawa Yanomami

Nos anos 80, Davi Kopenawa Yanomami junto de seu povo, de seus apoiadores brasileiros e de todo o mundo lutaram pela demarcação do território Yanomami – e venceram. Agora, ele está pedindo sua ajuda mais uma vez para que #PareOGenocídio:

Por favor, envie um email para o governo agora.

Emails enviados: : 2,905
Ajude-nos a alcançar 5,000!